PAME na Mídia | | Fale Conosco | | Trabalhe na Pame | | Ouvidoria
 



Taxa de disponibilidade para acompanhamento de parto é ilegal.

Consumidor não deve arcar com cobrança por parte do prestador de serviços de saúde credenciado da PAME.

Os consumidores de planos de saúde têm, conforme a segmentação contratada, cobertura garantida de todos os procedimentos listados no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS, conforme determina a Lei 9.656/1998.

Uma consumidora de plano hospitalar com obstetrícia tem, por exemplo, o direito garantido de que o parto, normal ou por cesárea, está no seu plano e os honorários médicos serão em sua totalidade cobertos pela PAME, contato que este prestador seja um credenciado da nossa rede. Qualquer taxa cobrada pelo obstetra à gestante é ilegal.

O que fazer em caso de cobrança

Ao se deparar com cobrança desse ou de qualquer tipo de algum prestador credenciado da PAME, o consumidor deverá relatar o fato à PAME. Poderá ser relatado através dos nosso Fale Conosco ou Ouvidoria, dentro da site da PAME:

Clique aqui para acessar o FALE CONOSCO

Clique aqui para acessar a OUVIDORIA

 

 
   
PAME Associação de Assistência Plena em Saúde
Av. Presidente Vargas, 463 - 21º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20071-908 - Telefone: (21) 2121-4600/6000